Chalé XI — Hermes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Chalé XI — Hermes

Mensagem por Palas Atena em Qui Ago 25, 2016 8:59 pm



Chalé de Hermes

Um chalé de acampamento normal, velho, com a pintura descascando e um caduceu - muito confundido com o símbolo da medicina, porém este tem apenas uma cobra e o de Hermes, duas - acima da porta. É o mais lotado, pois além dos filhos de Hermes, lá também dormem meio sangues indeterminados. Os campistas residentes nesse sempre arrumam um local para se acomodarem, por mais que não existam camas o suficiente para todo mundo.


avatar
Palas Atena
Admin
Admin

Mensagens : 355
Data de inscrição : 17/07/2016

Ficha Divina
Nível:
Barra de Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário http://goldofolympus.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé XI — Hermes

Mensagem por Electra Thunder em Sab Out 01, 2016 1:12 am



Um dia terrível, horrível, espantoso e horroroso para ser meu rosto

Desde o começo, a vida de minha irmã e a minha foram uma completa loucura. Digamos que nunca foi algo fácil e não ter a menor noção de quem era nosso pai biológico não ajudava muito. Porém, a dificuldade estava longe de acabar. Após uma viagem muito doida, meu lado cético havia sido despertado à força e agora eu me encontrava em um acampamento cheio de adolescentes e crianças que viajavam em uma história muito doida sobre serem filhos de deuses. “Hello?!?! Alguém caprichou na erva lufana desse povo (Epa! Saga errada!)” pensava comigo mesma, deitada sobre a cama de beliche que havia me apossado antes que alguém me matasse por um espaço. Em meu rosto, os olhos de um azul elétrico se estreitavam por detrás das densas pestanas, enquanto encarava o teto e, virando a face para o lado, observava em silêncio a verdadeira muvuca que era o tal chalé XI onde haviam socado minhas irmãs e eu. Sim, socado é a palavra certa, para não apelar para a inexistente, mas igualmente eficaz: ensardinhado. Era exatamente assim que me sentia ali e a hiperatividade daquele povo que nos encarava como se estivesse nos assaltando com o olhar me deixava claustrofóbica.

Soltando um suspiro irritadiço por entre os lábios, sentei-me sobre o colchão, jogando a mochila para o meu lado e, passando os dedos pelas mechas ruivas ao tacá-las para trás, fechei os olhos tentando manter a calma. — Está bem, quando você abrir os olhos de novo, Electra, vai ver que isso tudo é só um pesadelo… Disse, como se tentasse convencer a mim mesma que aquilo tudo, por um passe de mágica, desapareceria. Porém, foi quando as pálpebras se separaram novamente que observei tudo exatamente como estava a um segundo atrás, com exceção de ter levado uma bola de baseball no rosto, o que formou em uma face uma expressão de tacho misturada com um olhar conformado. — É, eu devia ter previsto isso. Comentei mais para mim mesma que para qualquer um ali. Então, um menino se debruçou quase em meu colo para pegar a bola que havia quicado para trás de minha cama, deixando seu traseiro próximo ao meu rosto. — ... E está cada vez melhor… Murmurei antes de formar um olhar irritado, puxando sua calça de forma a afastar suas nádegas de meu rosto, reclamando. — Ei, tira a bunda! Falei antes de observá-lo se afastar após recuperar o objeto.



avatar
Electra Thunder
Filho de Zeus
Filho de Zeus

Mensagens : 21
Data de inscrição : 27/09/2016

Ficha Divina
Nível: 6
Barra de Vida:
159/200  (159/200)
Barra de Energia:
115/200  (115/200)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé XI — Hermes

Mensagem por Theodore Jones em Sab Out 01, 2016 2:28 am


HERMES' LODGE

Confortável? nem tanto
Não queria que o dia demorasse tanto, porque estava um pouco excitado demais para descobrir mais da minha mãe.
Meu pai nunca deu muitas informações sobre ela, e isso me deixava mais ansioso ainda. James, outro indeterminado insistiu em me fazer jogar a bola de volta, uma bola de baseball para ser bem específico, e ficamos revezando conversando sobre os assuntos mais interessantes: Eleições dos EUA, Ascendência Divina, e para coroar, garotas.

"Falando em garotas, você tem que conhecer a Elitra, Elyra, sei lá, mas ela é mó gata se você gostar de ruivas." Ele sorriu sacana para um ponto mais afastado e lançou a bola com uma força. "Ops, pode ir pegar para mim, Theo?"
Rolei os olhos "Você é um saco,e pare de me chamar assim" disse, contrariado e indo para direção que ele tacou.  

Com uma pura "sorte", a garota que ele falou foi atingida pela mesma bola que havia lançado... Sem jeito, eu tentei pegar a bola, mas não com muito sucesso. " EI, tira a bunda! " uma voz feminina exclamou. Eu peguei a bola e recuei, com um pouco de anseio, virei-me e com toda força no braço, taquei ela no James. Bateu em seu nariz, e caiu rolando.

O canto do meus lábios se curvaram para cima, expressando satisfação por ter me metido naquela situação e me virei para a garota previamente atingida. " E aí, beleza? Desculpa pela bola, eu espero não ter te incomodado em nada, desculpa mesmo.... " disse, cada vez mais um pouco vermelho...


Justiça é consciência, não uma consciência pessoal mas a consciência de toda a humanidade. Aqueles que reconhecem claramente a voz de suas próprias consciências normalmente reconhecem também a voz da justiça.
Alexander Solzhenitsyn
avatar
Theodore Jones
Indefinido
Indefinido

Mensagens : 5
Data de inscrição : 29/09/2016
Idade : 19

Ficha Divina
Nível: 1
Barra de Vida:
100/100  (100/100)
Barra de Energia:
80/100  (80/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé XI — Hermes

Mensagem por Electra Thunder em Qua Nov 16, 2016 4:59 pm



Um dia terrível, horrível, espantoso e horroroso para ser meu rosto

Assim que consegui que meu rosto não estivesse mais em contato físico com as nádegas do rapaz, sacudi levemente o rosto para recobrar a consciência do que tinha acontecido, enquanto as mechas tocadas pelo fogo, de uma tonalidade alaranjada intensa, como minhas reações, sacudiam em aceitação dos movimentos de minha face sardenta. Contudo, observar um dos rapazes que haviam causado aquela confusão toda levar uma bolada em cheio no nariz fez com que um sorriso brotasse no canto dos lábios rubros. — Nada mal. Murmurei antes de flagrar minha atitude e deixar que uma risada breve escapasse por entre meus dentes. Ajeitando as longas mechas alaranjadas e lisas por cima de um dos ombros usando de uma mão, assenti para a sua pergunta antes de estreitar os olhos de um azul elétrico carregado e chamativo. — Estou bem sim. Disse, antes de estender a mão na sua direção e cruzar as pernas. — Electra. Electra Turner. E você é...? Perguntei, franzindo de maneira sutil as sobrancelhas antes de suavizar a expressão em meu rosto, formando um sorriso sutil nos lábios voluptuosos. — Algum filho de Apolo perdido com uma mira dessas, imagino eu. Comentei, fitando de relance o rapaz atingido antes de fixar novamente o olhar no de Theodore. Afinal, não podia deixar de perceber que o rapaz possuía um belo físico, além de traços bem jeitosos. Resumindo, era bonito e eu, mesmo que não tivesse consciência ainda, tinha o icor de meu progenitor (o taradão do Olimpo) correndo junto de meu sangue.



avatar
Electra Thunder
Filho de Zeus
Filho de Zeus

Mensagens : 21
Data de inscrição : 27/09/2016

Ficha Divina
Nível: 6
Barra de Vida:
159/200  (159/200)
Barra de Energia:
115/200  (115/200)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé XI — Hermes

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum